Características tróficas dos signátidos das illas Cíes

  /  BIBLIOGRAFÍA   /  Características tróficas dos signátidos das illas Cíes

Características tróficas dos signátidos das illas Cíes

Partilhamos o trabalho de Mestrado de Raquel Nogueira Fuertes, realizado no Parque Nacional Ilhas Atlanticas da Galiza e defendido o passado mês de dezembro. Esperamos que seja do vosso interesse:

Resumo

Os signátidos são una família de peixes de grande interesse biológico e ecológico, assim como desde o ponto de vista da conservação da biodiversidade marinha ao tratarem-se de espécies vulneráveis devido a sua estreita associação com as comunidades vegetais. Neste estudio analisam-se as características biológicas e tróficas das populações de peixes signátidos associados às comunidades vegetais do arquipélago das Ilhas Cíes (Parque Nacional Marítimo Terrestre das Ilhas Atlânticas) baseando-se em mostraxes realizadas em três lugares do arquipélago, durante as estações de Primavera, Verão e Outono do 2017. Ademais de analisar-se a presença de espécies, abundância, tallaxe/peso e estado de madurez sexual presta-se especial atenção os perfis isotópicos de 15N y 13C, tanto da epifauna coma em três espécies de signátidos capturadas nas mostraxes: o cabaliño de mar Hippocampus guttulatus e os peixes pipa Entelurus aequoreus e Syngnathus acus. O seguimento anual revelou a existência de uma população significativa e de grão tallaxe do peixe pipa S. acus. Enquanto que Hippocampus guttulatus e Entelurus aequoreus apresentaram-se em baixas abundâncias e com uma distribuição restrita (habitat selectivos), localizada numa sóa zona dos lugares estudados. A caracterización isotópica permitiu elaborar a estructura trófica da rede alimentária associada o habitat dos signátidos, assim como estimar por vez primeira o nível trófico (NT) das espécies estudadas: H. guttulatus (NT=3,73), E. aequoreus (NT=3,65) y S. acus (NT=3,66). Os resultados de NT situam às três espécies no nível dos consumidores secundários (carnívoros primários). A análise em profundidade das firmas isotópicas aportadas neste trabalho permitirá desvelar a dieta dos peixes signátidos considerando os perfis isotópicos das presas potenciales de epifauna. Os resultados aportados contribuirão o conhecimento dos signátidos tendo em vista elaboração de planos de protecção e conservação no Parque Nacional das Ilhas Atlânticas.

Palavras-chave: Syngnathidae, signátidos, Syngnathus acus, isótopos estáveis 15N e 13C, posição trófica, Arquipélago Ilhas Cíes.

Aceder ao trabalho em PDF de Raquel Nogueira Fuertes clicando AQÚÍ

Author: produccion

Share This