Mudanças recientes. As súas gentes. “Ons: uma ilha habitada”. Vida quotidiana

  /  Sem categoria   /  Mudanças recientes. As súas gentes. “Ons: uma ilha habitada”. Vida quotidiana

Mudanças recientes. As súas gentes. “Ons: uma ilha habitada”. Vida quotidiana

Mudanças recentes. As suas gentes. “Ons: uma ilha habitada”. Vida quotidiana.

Vem do Capítulo 3: As suas gentes. “Ons: uma ilha habitada”. Vida quotidiana

Pertence à série audiovisual: Mudanças recentes

Se dispõe de conexão a internet, recomendamos-lhe que consulte o vinde-o “Ons: mar, terra e identidade”, a través desta ligação.

 “Título: “Ons: uma ilha habitada”

Autoría: Ballesteros-Arias, Paula ; Sánchez-Carretero, Cristina

Dispoñibilidade: Descarga gratuita em Apple

Ler tambén: “Ons: unha ilha habitada”.

Ligações libros Ons, Incipit-CSIC e informação adicional: http://digital.csic.es/handle/10261

“Mudanças recentes”:

Os mouros estiveram na ilha. A pólvora de Chão dá Pólvora.

Pepe lembra a posguerra. “ Passou-se muita fome”. “Ou gobernador trazia um pão que amargurava muito, havia que fervelo, senão não comia-se”.

Na postguerra. “ Não havia para comprar pan”. “ Daquela éramos case 500 pessoas na ilha”.

Não havia porto. Entre os sócios faziam turnos para dormir a bordo dos barcos de motor por temor a perdê-los. “ Com o sul, havia que apanhar porto”.

A ilha foi-se abandonando e quando se retornou a ela… “tudo estava cheio de maleza”. Não havia banhos, “ é que não havia nada…” lembra Ana.

Aurita conta como era a sua casa antes dos arranjos. O primeiro quarto de banho da ilha.

A II Guerra Mundial, o naufrágio do Bersac em 1940. O Bersac foi um buque francês que navegava pela costa galega procurando disuadir aos submarinos alemães. O barco estava composto por 62 homens dos que 45 foram resgatados do mar com vida, 7 mortos, segundo Pazos (2002, 187) transferidos a Vigo e 10 desaparecidos. Marcelino conta que marinheiros da ilha de Ons participaram nas tarefas de resgate num dia de forte temporário, e como alguns dos morridos se lhes deu sepultura no cemitério da ilha.

Audiovisual:

© CSIC

Imagem destacada:

Pedro Figueras/Arquivo da Luz Atlántica

Author: produccion

Share This